terça-feira, 14 de abril de 2009

Pinguineira Punta Tombo - Argentina

Avistar pingüins em nossa viagem de férias foi uma das passagens mais impressionantes. Só o fato de avistar animais nativos, os que fazem parte da paisagem e não introduzidos, já é por si algo inusitado.
A Reserva Nacional de Punta Tombo é um desses lugares em que poucos têm o privilégio de chegar, não por restrições da administração dos parques nacionais, mas pela falta de informação de que é possível chegar a um local tão fantástico.

Punta Tombo é a maior reserva continental de pinguins Sphenicus magellanicus ou Maggallanes como é denominada na Argentina. A área abriga cerca de meio milhão de pingüins que aí chegam no mês de setembro para procriar.













As fotos mostram os ninhos construídos sob arbustos ou em pequenos buracos cavados com as próprias patas. Eles permanecem em Punta Tombo até o mês de março, quando os filhotes perdem a penugem, impermeabilizam a pele e aprendem a nadar.

São identificados pelas listras pretas no pescoço, já que na Argentina habitam oito das 17 espécies de pingüins existentes no mundo.


Enquanto visitávamos Punta Tombo, soubemos do trabalho de um grupo de cientistas norte-americanos que levanta dados para identificar como a presença dos turistas pode estar ameaçando a reserva. Eles trabalham em convênio com o governo da província de Chubut e, ao passarmos por eles, pudemos ouvir parte da conversa onde era sugerida a restrição do acesso aos turistas.
Quem quiser ter a oportunidade de andar em meio aos pingüins deve se apressar.
Sem dúvida Punta Tombo é um desses lugares “únicos en el mundo”...

Fotos: Miriam Mesquita
26 de janeiro de 2007

video

2 comentários:

  1. Miriam, adorei estas suas fotos: sem dúvida Punta Tombo é um desses lugares “únicos en el mundo”..., espero poder conhecer, abraço Eloisa

    ResponderExcluir
  2. Também tive o privilégio de conhecer este lugar, fiquei encantada e estou preparando alguns comentério no meu blog. Valeu muito ter ido. Recomendo.

    ResponderExcluir